Zhen Jiu

Zhen Jiu

Tratado Sobre a Separação e o Encontro do Yin e do Yang

O Imperador Amarelo disse:

– Diz-se que o Céu foi criado pelo Yang (o princípio masculino da luz e da vida) e que a Terra foi criada pelo Yin (o princípio feminino das trevas e da morte). Diz-se que o Sol representa o Yang e a Lua representa o Yin. Os meses grandes e os meses pequenos somados deram um total trezentos e sessenta dias, que perfizeram um ano, e a humanidade viveu sempre de acordo com esse sistema. É verdade que, hoje em dia, os três elementos do Yang já não correspondem ao sistema antigo do Yin e do Yang?

Ch’i Po respondeu:

– O Yin e o Yang podem-se somar até totalizarem o número dez; este pode ser excedido e significar cem, ou ser calculado para ser mil e os mil serem excedidos e significarem dez mil – isto é: inclui tudo. Dez mil é tanto que não pode ser igualado por nenhum número, e o mesmo acontece quanto à sua importância.

Tudo quanto existe na Criação está coberto pelo Céu e é suportado pela Terra. Quando nada ainda brotou, a Terra chama-se: o lugar onde o Yin reside, e tambem é conhecida por o Yin no Yin. O Yang fornece o que é vertical, enquanto o Yin, a Terra, atua como regulador do Yang.

Plantar e procriar estão de acordo com a Primavera; crescer e cultivar estão de acordo com o Verão; colher na colheita está de acordo com o Outono, e o armazenamento da colheita está de acordo com o Inverno. Se, por hábito, as pessoas descuidarem de respeitar estas normas, o trabalho do Céu e da Terra e das quatro estações será impedido. Se o Yin e o Yang mudarem, as pessoas mudarão igualmente e o seu destino poderá então ser prefigurado.

O Imperador Amarelo disse:

– Gostaria de ouvir mais coisas acerca da separação e do encontro do Yin e do Yang.

Ch’i Po respondeu:

– Os sábios antigos viravam-se para o Sul e fixavam-se. Ao que quer que ficava à sua frente chamava-se espaço brilhante, e ao que quer que ficava atrás deles chama-se a Grande Via ou o Yang Maior.

O Yang Maior está localizado no seio do solo e nle está o Yin Menor. Quando este Yin menor ascende acima da Terra, fica sob o influência do Yang maior.

O Yang maior é base da existência do princípio ao fim. O Yin Maior é o elo de ligação entre a vida e a “porta da vida”, e assim torna-se evidente que no Yin também há Yang. Está dentro do corpo e acima do corpo e chama-se espaço brilhante. expired domains . Mas se esta expansão brilhante envia os seus raios para baixo, então passa a chamar-se Yin Maior. Sabe-se que a frente do Yin Maior é iluminada pela “Luz Solar”.

A “Luz Solar” é a base de tudo, permeia tudo e é, por isso, conhecida por Yang no Yin. Se o Yin se torna exteriormente aparente, passa a ser conhecido por Yang Menor.

O Yang Menor é a base dos orificios do Yin, aos quais leva vida, e por isso se chama Yang Menor no Yin.

É esta, pois, a separação e o encontro dos três Yang. O Yang Maior atua como fator inicial, a “Luz Solar” atua como fator de cobertura e o Yang Menor atua como eixo ou ponto central.

As três principais artérias não devem encontrar-se umas das outras; devem ser atraidas umas para as outras e quando o seu pulso não soa superficial o seu nome é um (pulso) Yang.

O Imperador Amarelo disse:

– Gostava de saber mais coisas acerca dos três Yin.

Ch’i Po respondeu:

– No exterior há Yang mas no interior é o Yin que está ativo. O Yin está ativo no interior e é efetivo em baixo, onde o seu nome é Yin Maior.

O Yin maior é a base de tudo quanto está oculto e é misterioso e vazio, e assim chama-se Yin no Yin. À retaguarda do Yin Maior chama-se Yin Menor.

O Yin Menor é a origem de tudo quanto flui rapidamente e de todas as nascentes e chama-se Yin Menor no Yin.

A frente do Yin Menor chama-se “Yin Absoluto”. Este Yin é a base da grandeza e da honestidade. Onde o Yin se interrompe há Yang e nesse ponto chama-se Yin no Yin Absoluto.

Aqui temos a separação e o encontro dos três Yin. O Yin Maior atua como fator inicial, o Yin Absoluto atua como fator de cobertura e o Yin Menor atua como eixo ou ponto central.

As três principais artérias não devem desencontrar-se umas das outras; devem desencontrar-se umas das outras; devem ser atraídas umas para as outras e quando o seu pulso não soa profundo o seu nome é um (pulso) Yin.

Os climas do Yin e do Yang alternam e os seus climas acumulados funcionam como uma unidade completa. O espírito inteiror e a forma física exterior aperfeiçoam-se mutuamente.

Acupuntura no combate aos retrovirais

Acupuntura no combate aos retrovirais

SP vai testar acupuntura contra efeito colateral do tratamento com antirretrovirais

A acupuntura será usada para tratar lipodistrofia, que é um dos efeitos colaterais do tratamento de pacientes soropositivos com antirretrovirais. A técnica será testada pela Secretaria da Saúde de São Paulo, por intermédio do Centro de Referência e Treinamento em DST/Aids.

A lipodistrofia é uma alteração no organismo que leva ao acúmulo de gordura em determinadas regiões como abdômen, dorso e mamas, e diminuição de gordura no rosto, membros e nádegas. O projeto tem como objetivo avaliar o benefício da acupuntura, verificando se a técnica oriental contribui mesmo para a quebra das moléculas de gordura e melhora do tônus muscular.

O problema pode afetar adultos e crianças e a sua incidência aumenta com o tempo de uso dos antirretrovirais, influenciando negativamente na autoestima dos pacientes, o que pode resultar em transtornos depressivos e abandono de tratamento.

O centro de referência da capital paulista já promove sessões de acupuntura para pacientes da unidade, mas não com o fim específico de combater a lipodistrofia. Caso a pesquisa tenha resultado positivo, a intenção é integrar o método em toda a rede para tratar o problema. O protocolo contemplará entre 10 e 15 sessões de acupuntura.

12:05 pm, Março 16, 2011

Redação Época

Acupuntura

Acupuntura – Patrimônio intangível da humanidade

Acupuntura – Patrimônio intangível da humanidade

Acupuntura: Especialidade Multiprofissional

Acupuntura

Restabelecendo a verdade sobre os fatos.

Temos visto nas últimas décadas um crescente crescimento das Práticas Integrativas e Complementares, entre estas práticas se encontram a Acupuntura / MTC, Fitoterapia, Homeopatia entre outras, que são práticas milenares executadas na China e outros países do oriente há milhares de anos.

No Brasil a Acupuntura / MTC, foi difundida através de imigrantes chineses, japoneses e coreanos, que aqui chegaram trazendo no bojo de suas bagagens essas práticas.

O Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional – Coffito– foi o primeiro organismo de Estado a se preocupar com qualquer tipo de dolo social em relação à prática clínica da acupuntura , desde 1985 normatizou o exercício da mesma pelo profissional fisioterapeuta, seguido depois por outros Conselhos como Enfermagem, Psicologia, Farmácia, Medicina e Terapia Ocupacional, entre outros.

Existem hoje vários Projetos de Lei no Congresso Nacional com o intuito de regulamentarem a Acupuntura, pois a Constituição Federal garante o livre exercício de profissão não regulamentada, como é no caso a Acupuntura até que a mesma seja regulamentada pela Congresso, que tem competência para esta regulamentação.

A SOBRAFISA, Sociedade Brasileira de Fisioterapeutas Acupunturistas, entende a necessidade dessa regulamentação, mas ao mesmo tempo também defende que o exercício da Acupuntura no Brasil possa ser regulamentada de forma multiprofissional.

Não compete aos Organismos de Classe como Conselhos, Ordens e ou Sociedades, regulamentarem esse exercício, pois esta regulamentação compete ao Estado (Congresso Nacional) assim determina a Lei, o que podem exercerem estes organismos profissionais é normatizar única e exlusivamente para seus respectivos profissionais.

Sendo por tanto descabível, a tentativa do monopólio do exercício por essa ou aquela categoria profissional, mas descabível ainda é divulgar esta posição a população promovendo um verdadeiro desserviço social. Isto se tornou mais fatídico e claro com a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares, que desde 2006 através da Portaria 971 do Ministério da Saúde, institucionalizou no SUS – Sistema Único de Saúde (SUS) o acesso à população as Práticas no serviço público, de forma multiprofissional, seu crescimento mesmo que tímido, mas isto em momento algum dá o direito do exercício ser monopolizado por esta ou aquela categoria profissional da saúde.

A institucionalização pelo Ministério da Saúde das Práticas Integrativas e Complementares de Saúde nos termos da Portaria Ministerial 971/2006, o reconhecimento de sua relevância social pela Organização Mundial de Saúde (OMS); a necessidade de fundamentá-las eticamente ao perfundi-las socialmente sob o manejo de profissionais de saúde regulamentados; sendo a Acupuntura e outras práticas e ações já elencadas no ato administrativo do Ministério da Saúde, estão incluídas no CBO/2002, revisado no ano de 2008, publicado em 2009; as Práticas Integrativas e Complementares de Saúde, em seus exatos termos.

A acupuntura já se encontra prevista na reserva legal de diversas profissões de saúde regulamentadas sendo seu o objeto social dessas profissões de saúde regulamentadas voltadas e consolidadas aos cuidados preventivos, diagnósticos e terapêuticos indicados para a superação dos distúrbios incidentes na saúde do indivíduo e ou intercorrentes em órgãos e/ou sistemas funcionais do corpo humano.

Todos os profissionais de saúde são importantes na promoção, na educação, na restauração e na preservação da saúde e aptos a utilizarem as práticas Integrativas e complementares em seus atos profissionais.

Em 2010, a Unesco declarou a Acupuntura um Patrimônio Intangível da Humanidade com intuito de preservar sua metodologia, prática, recursos e exercício.

A Sobrafisa tem uma posição de que a Acupuntura multiprofissional é o melhor caminho para perfusão da mesma nos diversos tecidos sociais levando a acupuntura a toda a população brasileira de forma equânime.

As bases da avaliação, diagnose e prescrição terapêutica da Acupuntura não se confundem em qualquer espécie com as bases de diagnose, tratamento da saúde nos moldes ocidentais, quando se fala em diagnose em acupuntura/MTC há que se definir que essa diagnose esta sob as bases de um sistema específico que tem suas origens na filosofia chinesa e hoje estudada e pesquisada cientificamente pela saúde nos moldes atuais.

A Acupuntura tem bases preventivas, é claro e também curativas, hoje utilizada em nosso sistema de saúde, tem suas aplicações nas desordens e disfunções musculoesqueléticas, urogenitais, vasculares, digestivas, neurológicas , porém vistas sobre os aspectos da dualidade do universo em constante mutação, sobre a óptica do desequilíbrio da perda da homeostase do yin/yang (polaridades/dualidades) das energias celestes como: frio, calor, vento, umidade, secura, que quando nosso organismo não se encontra preparado sofre os intempéres das ações desses elementos da natureza, afetados ainda por disfunções psíquicas, sobre seu sistema biológico e assim adoece.

A Sobrafisa também como a OMS ( Organização Mundial de Saúde) que o melhor caminho é a união nos modelos ocidentais e orientais para perfundir a promoção, prevenção, tratamento e a verdadeira saúde par os diversos tecidos sociais de forma multiprofissional por ser o melhor para a população.

“Dados do Sistema Único de Saúde (SUS) apontam, que em 2010, mais de 15 mil Fisioterapeutas atuando em sessões de acupuntura, com aplicação de ventosas e moxas, e mais de seis mil em sessões de eletroestimulação, sendo a classe profissional que mais realiza esse tipo de atendimento”, segundo Dr. Jean Luis de Souza, fisioterapeuta, especialista em acupuntura e atual Secretário do Conselho Gestor da Sobrafisa, Presidente da Seccional Sobrafisa minas Gerais. Tais números refletem o cenário de inserção profissional dos Fisioterapeutas, que vêm tendo uma atuação mais ampla no tratamento, prevenção e promoção da saúde.

No final de 2010, foi publicada a Resolução n° 380 do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito), que regulamenta o uso das Práticas Integrativas e Complementares de Saúde pelos Fisioterapeutas. Entre elas, estão a Fitoterapia, Termal ismo, Crenoterapia, Magnoterapia e a Terapia Floral. 

Acupuntura

Newsletter COFFITO – 28/02/2011

Newsletter COFFITO – 28/02/2011

Coffito apóia a realização do Congresso Mundial de Fisioterapia no Brasil

Coffito apóia a realização do  Congresso Mundial de Fisioterapia no Brasil

No último dia 19, o COFFITO, a convite da Associação de Fisioterapeutas do Brasil (AFB), reuniu-se no Rio de Janeiro com a Comissão de Inspeção da Confederação Mundial de Fisioterapia – WCPT. O objetivo do encontro foi demonstrar o apoio do Conselho para a realização do Congresso Mundial de Fisioterapia de 2015 no Brasil. . África do Sul e Cingapura também estão concorrendo. data domain A decisão deverá sair nas próximas semanas. Neste ano, o Congresso será realizado em Amsterdam, no mês de junho.

ANS realiza Consulta Pública até 4 de março

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) está realizando Consulta Pública referente à proposta de Resolução Normativa sobre a garantia de atendimento aos beneficiários de planos de saúde. A proposta está disponível no site www.ans.gov.br e toda a sociedade pode enviar críticas e sugestões através do formulário disponível em “Transparência”, no item “Consultas Públicas”, até o dia 4 de março. A Resolução Normativa a ser elaborada pretende abordar o cumprimento de prazos máximos para atendimento às demandas dos beneficiários, tais como a realização de consultas básicas, exames e internações, e a obrigatoriedade da existência de prestadores de serviços de saúde (hospitais, clínicas, laboratórios e médicos) em todos os municípios que integrem a área de abrangência do plano de saúde contratado.

Pin It on Pinterest